Noticias Noticias

 
23/05/2015
por E.Qi.Librium Herbs

A essência da sexualidade taoista é a idéia de que o ato sexual é uma troca de essências Yin e Yang, da mulher e do homem respectivamente, o que é benéfico para cada parceiro: representa a interação harmoniosa e nutrição mútua de Yin e Yang. PRACTICAS SEXUALES TAOÍSTAS

Central à sexualidade taoista é a ideia de que o homem deve conservar o seu esperma e só ejacular ocasionalmente: isso é porque o esperma é uma manifestação física direta de Jing e ejaculação demasiado frequente esgota Jing. Se o esperma não é ejaculado e a sua energia é dirigida para cima ao longo do meridiano Du Mai para o cérebro, pode ser transmutado e depois descer para o Dan Tian onde este nutre o corpo e a mente.

Uma vez que a ejaculação excessiva enfraquece o Jing e que que o sexo sem ejaculação pode repor o Jing, observa-se que o Jing perdido através da atividade sexual pode ser substituído pela energia sexual em si, através da prática de sexo sem ejaculação.

A relação sexual foi considerada a ter dois objetivos: primeiro a produzir filhos que continuariam a família (e que cuidariam de sepultura dos pais). Este era um dever sagrado para com os seus antepassados uma vez que o bem-estar dos mortos só poderia ser assegurado por sacrifícios regulares feitos pelos seus descendentes, especialmente do sexo masculino.

O segundo objectivo (mais relevante para nós) era o de fortalecer a vitalidade de um homem, fazendo-o absorver as essências Yin da mulher. Por uma questão de rumo, estes dois objetivos estavam intimamente entrelaçados.

A fim de obter as crianças saudáveis do sexo masculino Yang a essência do homem deve estar no seu ápice quando ele ejacula, antigos manuais de sexo frequentemente apontavam as condições ótimas para dar origem a uma criança saudável: no momento da ejaculação e conceção subsequente, o homem deve não estar em um estado de exaustão e não deve beber álcool, por exemplo.

Para os taoistas, o sexo era como um processo de alquimia, de transformação das essências sexuais em Qi e em Jing, através da mistura harmoniosa de Yin e Yang. Eles identificaram a mulher com um cadinho e sua essência vital com cinábrio (vermelho); eles identificaram sêmen branco do homem com o chumbo; o ato sexual com a mistura dos elementos e a técnica do ato sexual com os tempos de disparo.

Porque os homens continham-se não ejaculando, ao passo que as mulheres podiam chegar ao orgasmo sempre que quisessem, a responsabilidade recaía muito mais sobre os primeiros para conduzir e prolongar a relação sexual; De fato, por causa disso, a relação sexual é frequentemente descrita pelos taoistas como uma "batalha", como "montando um tigre", ou como "caminhando à beira de um precipício": ou seja, o homem é facilmente excitável e ejacula facilmente, deve assim aprender a controlar a ejaculação para prolongar a relação sexual (ver abaixo).

Havia também razões sociais para este comportamento, a arte sexual era essencialmente para as classes altas, cujos homens tinham uma esposa e concubinas, tinham de conter-se a fim de as satisfazer a todas.

Um tema constante nos manuais sexuais taoistas é que a ejaculação excessiva é prejudicial à saúde. Isso ocorre porque a ejaculação muito frequente leva a uma perda direta de Jing e também do Ming Men; assim se esgota tanto Água como o Fogo. Como todos sabemos, este é muito mais um tema de livros modernos da Medicina Chinesa, onde "a atividade sexual excessiva" ocupa um lugar de destaque na etiologia de doenças. Como vou explicar abaixo, acho que esta etiologia não se aplica às mulheres.

Deve ser discutido o papel do Men Ming (Ministro Fogo) na fisiologia humana. O Fogo de Ming Men representa o fogo fisiológico dentro do Rim, que surge a partir da área entre os dois rins e está intimamente relacionado com o Yuan Qi partir do qual o Du, o Ren e o Chong Mai são criados.

Em condições fisiológicas, o Fogo de Ming Men aquece o Útero, o Intestino, a Bexiga e o Coração e equilibra as influências Yin: torna possível a conceção e está relacionado ao desejo sexual. Nas mulheres, "é através do Yang de Rim [e portanto, o Fogo de Ming Men] que o Tian Gui fica vermelho [ou seja, ele se transforma em sangue]".

O Fogo de Ming Men é a origem do Ministro Fogo "sem forma", que também gera Água, de aí o Rim ser a fonte de Água e Fogo. Este Fogo fisiológico é o único que não só seca a Água, mas que também a pode nutrir.

PRACTICAS SEXUALES TAOÍSTASO Ministro do Fogo é chamado de "sem forma", porque é um Fogo não substancial que realmente gera mais Água do que a elimina. É um tipo de de Fogo pré-Natal  formado na conceção no eixo Du / Ren Mai.

Na verdade, o "Golden Mirror of Medicine" (1742), afirma: "O Tian Gui Pré-Natal tem origem da mãe e do pai, o Jing e Sangue Pós-Natal são derivados dos alimentos e da água, o Tian Gui de uma menina amadurece aos 14 anos quando o Ren Mai se abre, o Chong Mai floresce e a menstruação chega".

O comentário seguinte explica: "Aos 7 anos a Força Motriz [Dong Qi] está a florescer. Aos 14 o Tian Gui amadurece.: Esta é a força motriz dentro da Água Pré-Natal de Tian Gui, cristalizando no útero de uma menina" .

"Motive Force" (Dong Qi) é o Yuan Qi. Esta última passagem é interessante, uma vez que confirma que o Yuan Qi e do Ministro do Fogo (Ming Men) são pré-natal e estão presentes antes do início dos períodos. Também destaca a estreita integração do Ming Men e do Tian Gui (os aspetos Yin e Yang do Rim).

Zhang Jing Yue diz: "O Ming Men é a raiz do Yuan Qi e a residência de [ambos] Água e Fogo. O Yin dos 5 Zang não pode nutrir sem ele e o seu Yang não se pode desenvolver sem ele." .

Esta passagem mostra claramente como o Ministro do Fogo é o Fogo dentro da Água, interdependente da Água e inseparável dela. O Imperador do Fogo (do Coração) é chamado de "com forma", ou seja, é o Fogo substancial que se sobrepõe à Água, é formado após o nascimento e portanto, pós-natal.

É importante ressaltar mais uma vez que o Ministro do Fogo não pode ser visto no contexto dos Cinco Elementos, não é como o Fogo do Coração e é um fogo dentro da Água do Rim que realmente nutre Água.

DIFERENÇAS ENTRE A SEXUALIDADE DAS MULHERES E A DOS HOMENS

As mulheres pertencem a Água e os homens pertencem ao Fogo e existem diferenças importantes na sua sexualidade. As mulheres são como a Água, ou seja, lenta para ferver e lenta para arrefecer; homens são como o Fogo, ou seja, fácil de despertar e rapidamente se extingue.

Desde tempos muito antigos, os manuais sexuais chineses ressaltaram que as mulheres gostam de "lentidão" e "duração" e abominam a "pressa" e a "violência". Essa diferença é o ponto crucial para entender o diferente comportamento sexual de homens e mulheres necessários ou uma vida sexual bem sucedida. Por esta razão, todos os textos taoistas sublinham muito a importância dos preliminares bem feitos pelo homem para despertar a seu parceira e assim, a descrição detalhada dos sinais de excitação das mulheres.

Assim, pode-se observar que grande parte da instrução é dirigida a homens, ensinando-lhes a forma de conduzir os preliminares, como despertar a mulher, como detetar os sinais de sua excitação, as suas intenções e como retardar a ejaculação. Isso é por causa da diferença biológica mencionada acima entre homens e mulheres, ou seja, as mulheres são "lentas para aquecer", enquanto os homens são "fáceis de despertar e rapidamente se extinguem": assim, o ónus é muito recai sobre os homens para se controlarem a si mesmos de forma a dar tempo à mulher para que esta chegue à excitação e ao orgasmo.

Do ponto de vista da Medicina chinesa, há diferenças importantes entre a sexualidade dos homens e a das mulheres. Nos homens, o Dan Tian inferior contém a "Sala do Esperma" e é por assim dizer, "vazia"; nas mulheres, o Dan Tian inferior é, por assim dizer, "cheia", já que contém o Útero e Sangue. A atividade sexual excessiva não afeta as mulheres tanto quanto os homens, por várias razões.

Nos homens, a ejaculação é uma perda direta (mas temporária) de Jing porque o esperma é derivado diretamente do Jing. O esperma é Tian Gui nos homens, enquanto o Tian Gui nas mulheres é o sangue menstrual e folículos ovarianos e óvulos. Como na atividade sexual os homens perdem esperma mas as mulheres não perdem sangue menstrual (a menos que tenham relações sexuais durante o período o que eles não devem fazer) ou folículos.

Como não há nenhuma perda comparável de Jing nas mulheres como há nos homens, não há esgotamento equivalente após o sexo. Muito simplesmente, o Jing de Rim é a origem do esperma nos homens e de sangue menstrual e óvulos em mulheres: enquanto os homens perdem o esperma durante o sexo, as mulheres não perdem sangue menstrual.

Embora alguns terapeutas considerem os fluidos lubrificantes secretados por glândulas de Bartholin durante a excitação sexual numa mulher como sendo também uma manifestação de Jing comparável ao esperma, eu tendo a discordar porque tais fluidos são secretados por glândulas na vagina e não por órgãos sexuais (como como os ovários nas mulheres e os testículos nos homens): considero assim esses fluidos precisamente como uma forma de Líquidos Corporais (Jin Ye), em vez de uma manifestação direta de Jing. Na verdade, as glândulas de Bartholin na vagina são homólogas às glândulas de Cowper nos homens e a sua função é puramente lubrificante.

Noutras palavras, o esperma é uma manifestação direta de Jing, o equivalente a que seriam os óvulos e o sangue menstrual nas mulheres: o primeiro é perdido no orgasmo masculino, este último não se perde no orgasmo feminino.

Além disso, o Dan Tian inferior nos homens contém a Sala de esperma, que está diretamente relacionada com Jing, enquanto que nas mulheres que contém o Útero que está relacionado com Sangue. A Sala de esperma está relacionada com o Rim enquanto que o útero está relacionado também com o Fígado e com o Sangue (embora também esteja relacionado com o Rim através do Bao Luo). Porque o Dan Tian inferior nas mulheres contém o útero ao invés da "Sala do Esperma", nas mulheres perda excessiva de sangue após o parto ou perda excessiva de sangue na menorragia seria equivalente ao sexo excessivo para os homens.

Nos homens, o abdomem inferior é ocupado pela "Sala de Esperma" é então, "vazio", também porque o esperma é facilmente descarregado ao contrário do Sangue.

O livro "Elementary Medicine" (1575) diz: "A sala de esperma em homens não sofre nenhuma acumulação ou plenitude, enquanto a Câmara de Sangue em mulheres sofre de acumulação e transborda para baixo no período .... [Dan Tian Inferior] nos homens armazena Jing [= esperma] enquanto que nas mulheres ele armazena o útero e feto. Os homens pertencem a Qi e quando se mistura com o Abismal [trigrama correspondente a Água], Qi faz vapor de água e produz esperma, que é branco ... mulheres pertencem ao Sangue, quando este se mistura com o Aderir [o trigrama correspondente ao Fogo], o Sangue é transformado no período que é vermelho ".


Por Giovanni Maciocia



NOTAS FINAIS
1. Cong Chun Yu 1989 Chinese Medicine Gynaecology (Zhong Yi Fu Ke Xue), Ancient Chinese Medicine Texts Publishing House, Beijing, p.11.
2. Wu Qian 1977 Golden Mirror of Medicine (Yi Zong Jin Jian), People's Health Publishing House, Beijing, vol. 3, p.7.  First published in 1742.
3. Ibid., p. 7.
4. Zhang Jing Yue 1986 The Complete Works of Jing Yue (Jing Yue Quan Shu), Shanghai Science and Technology Press, Shanghai, p.19.  First published in 1624.
5. Elementary Medicine (Yi Xue Ru Men ) 1575 cited in Zhang Qi Wen 1995 Menstrual Diseases (Yue Jing Bing Zheng), People's Hygiene Publishing House, Beijing, p.10.