Noticias Noticias

 
01/07/2019
por E.Qi.Librium Herbs

INTRODUÇÃO
Qualquer pessoa pode padecer de cancro em qualquer idade; contudo; cerca de 77% de todos os cancros são diagnosticados em pessoas maiores de 55 anos. Como este artigo está focalizado na prevenção do cancro através da alimentação, devemos enfatizar a importância da redução de riscos devido ao estilo de vida também como prevenção para esta doença. Esperamos que a informação aqui contida lhe ajude no seu caminho para manter um estilo de vida saudável e  livre de cancro.


GanodermaCOMPLEMENTOS HERBAIS E NUTRICIONAIS

Reishi (Ganoderma), shiitake y el hongo maitake - contêm polissacarídeos de plantas de produtos químicos que foram encontrados serem eficazes na prevenção do crescimento do tumor e no fortalecimento do sistema imunológico. Os cogumelos maitake estimulam a função imunitária e também inibem o crescimento do tumor. Os Shiitake contêm o lentinano polissacárido que é conhecido por aumentar a actividade do sistema imunitário. Também promove muitas actividades de reforço imunológico incluindo a estimulação de macrófagos, aumento da actividade citotóxica dos macrófagos, aumento da produção de interleucina-1 e -2, um aumento da produção de linfócitos-T, e aumentada de CD-4 a função celular.

Astragalus: Um estudo de 1990 descobriu que tomar Astragalus diariamente aumentou a capacidade do corpo para matar células cancerosas por dez vezes. Shi Quan Da Bu Wan, uma fórmula chinesa contendo Astragalus e ligusticum, foi provada mais eficaz no aumento da imunidade celular, especificamente na produção pelo corpo de interleucina.

Ginseng (Panax) - não só pode parar o crescimento de células malignas do fígado no tubo de ensaio, mas pode transformá-los de volta ao normal. Em estudos com animais, o Panax ginseng tem demonstrado inibir metástases no pulmão e no fígado, reduzindo os níveis de plaquetas e fibrinogénio elevados causados ??pelas linhas de células do tumor.

• Atractylodes-contém 3 componentes inibidores do cancro que demonstraram a uma fortissima atividade contra o cancro de esófago.

• Scutellaria baicalensis - inibe muitos vírus, incluindo o vírus do tumor e o vírus do HIV pela inibição da transcriptase inversa. É também anti-inflamatório e induz a morte celular de uma série de linhas celulares de cancro, incluindo dois sarcomas e cancro do colo do útero. (Yance, 1999)

• Codonopsis estimula o crescimento de células vermelhas do sangue, melhora a transformação de células T e estimula a fagocitose.

• Coenzima Q10 (CoQlO) - é recomendado para qualquer pessoa com câncer, que está sob o efeito da droga quimioterápica adriamicina. Adriamicina diminui os níveis de CoQlO no músculo do coração, o que pode levar a danos no coração (este é um efeito colateral grave da droga). Quando CoQlO é administrado em conjunção com esta droga, a lesão cardíaca não ocorre. (Yance, 1999)

• Alcaçuz (Glycyrrhiza glabra) - contém glicirrizina que possui a capacidade de bloqueio contra agentes promotores de tumores. Um estudo recente no Japão demonstrou que a glicirizina pode inibir o cancro do fígado causado pelo vírus da hepatite. (Yance, 1999; Kumada, 2002)

Chai Hu Shu Gan San (Minor Bupleurum Formula). Esta fórmula foi demonstrada ser extremamente eficaz na inibição do cancro, melhorando o sistema imunitário, induzindo a apoptose e inibindo angiogénese. É muito útil em cancros da mama e do fígado, mas também pode ser utilizado para tratar o cancro do cólon. As saponinas do "bupleurum" exibem actividade anti-inflamatória similar à prednisona. (Yance, 1999)

• As plantas medicinais que exibiram ação antitumoral devido à modulação da morte celular programada e detiveram a sua proliferação são: "Trichosanthes", soja, alho, gengibre e chá verde (Thatte, 2000).

Prevenir el cancer
VEGETAIS ÚTEIS
• Espargos- Têm um efeito de limpeza no sistema linfático e nos rins. Contêm compostos de proteína denominados histonas que actúam como normalizadores no crescimento celular na divisão cancerígena das células.

• Abacates- Talvez sejam a melhor fonte de adição de gorduras essenciais e de glutationa, para além de serem uma excelente fonte de proteína. De digestão fácil, são ideais para pessoas em recuperação de uma cirurgia ou que padeçam de uma afeção grave.

• Bróculos, couve-flor, couves de bruxelas, maçãs, toranjas, alperces e cerejas todos contêm D-Glucarato. Este composto natural é produzido em pequenas quantidades pelos humanos e também por algumas plantas. Promove a desentoxicação de cancerígenos ambientais e de promotores de tumores estrogénicos.

• Bróculos, couves de bruxelas, couves, couve-flor, cenouras e cebolinha, contêm um composto anticancerígeno potente chamado sulforafano, que, de acordo com os cientistas da John Hopkins Medical School, aumenta enormemente os sistemas enzimátcos anti-cancro nas células. Também contêm isotiocianatos que aumentam a glutationa S-transferase (GST), ajudando assim a excreção cancerígena. Os rebentos dos bróculos contêm até 100 vezes mais sulforafano do que os bróculos própriamente ditos. Otro composto encontrado tanto nos bróculos como noutros vegetais crucíferos chamado índole-3-carbinol, tem vindo a demonstrar que aumenta a excreção de uma forma de estrógeneo chamada 2 hidroxiestrona, que está associada ao cancro de mama.

• Bróculos e cebolas - Contêm quercetina. A quercetina é um flavonóide que produz um efeito inibidor do cancro através da prevenção do mau funcionamento  do gene p53 encarregado de suprimir os tumores. Este flavonóide também inibe a produção de tumores da serie PGE-2 mediante o bloqueio das reacções pró inflamatórias no corpo humano.

• Os bróculos contêm dithiolethiones que desencadeiam a formação de GST. A glutationa S-transferase (GST) pode fazer impedir os agentes carcinogéneos de afectarem as células de ADN.

• Cenouras, batata doce, couve, melão rosado, abóbora, alperce, espinafre, manga, papaia e inhame são ricos em beta-caroteno que é considerado um dos agentes anti-cancro mais promissores. Segundo um estudo feito, quanto mais beta-caroteno existisse na alimentação menos cancro de pulmão desenvolviam os sujeitos. Também pode prevenir um segundo tumor em pacientes que tenham sido curados de um cancro inicial e que agora correm o risco de desenvolver novos cancros na parte superior do tracto digestivo. Os carotenoides são melhor assimilados se forem ingeridos com gordura, como por exemplo com azeite ou com óleo de linhaça.
  
• Cenouras, cebolas, alho-francês e as chalotas. De acordo com o National Cancer Institute o alho é um dos melhores alimentos para protecção contra o cancro. Contem selénio, um mineral anti-cancro que estimula a produção de glóbulos brancos e que induz a apoptose (morte das células cancerígenas). O alho tem compostos que estimulam a produção de enzimas que neutralizam os radicais livres ligados ao cancro. As saponinas também estão presentes no alho e previnem que as células cancerígenas se multipliquem. A existência de sulfetos alílicos neste alimento aumenta a produção de GST e de outras enzimas que ampliam a excreção carcinogénea.

• Alho, cebola, castanha do Brasil, cereais integrais e verduras - contêm selénio que elimina as células cancerígenas(apoptose) antes que se espalhem, repara o ADN afectado, protege o organismo contra os radicais livres e ajuda o corpo com o seu processo de desentoxicação natural.

• Verduras, chlorella e espirulina - contêm clorofila que é uma antigenotóxica que inibe a actividade mutagénica de certos químicos. De acordo com um estudo publicado no Mutation Research Journal em 1989, a clorofila é um anti-mutagénico mais eficaz do que as conhecidas vitaminas anti-cancro, incluindo as vitaminas A, C e E. 

• Batatas - são uma fonte rica em ácido alfa-lipóico, um potente antioxidante que fortalece e regenera otros antioxidantes no corpo humano, especialmente a vitamina E. O bioquímico Richard Passwater sugere que o ácido alfa-lipóico inibe a activação do gene que dispara o crescimento do cancro nas células. As batatas também contêm vários compostos polifenólicos e inibidores de protease, para além de serem uma fonte de vitamina C.

• Pimentos vermelhos, sumo natural de laranja, bróculos, sumo de maçã, pimento verde, sumo de toranja, sumo de arando, papaia e morangos - contêm vitamina C que combate os radicais livres. Tudo indica que a vitamina C oferece alguma protecção contra todos os tipos de cancro.

• Tomate, melancia, pimento vermelho e cenouras - contêm licopeno o que pode ser justificativo do porquê um estudo italiano apontar que as pessoas que comem tomates crus pelo menos 7 vezes por semana reduzem a metade o risco de padecerem vários tipos de cancro em comparação com quem só come tomate uma vez por semana como muito.

• Tomate, pimento verde, morangos e cenouras - contêm ácidos p-comárico e clorogénico que se enlaçam com o óxido nitrico da comida que comemos e expulsam-no do organismo antes que este possa causar dano.

• Agrião, couve chinesa e nabos - contêm isotiocianato fenetílico que pode prevenir o cancro de pulmão provocado pela nicotina.

Prevenir el cancerFRUTA ÚTIL
• Cascas de citrinos - Contêm uma substancia anti-cancerígena notável denominada D-limoneno. Bocadinhos pequenos de casca de laranja vão bem numa salada ou acrescentando-os num chá. Assegure-se que tapa corretamente o chá durante a infusão para qu os óleos aromáticos não se escapem.

• Arando - contem constituintes anti-cancerígenos que são anti-oxidantes potentes, dez vezes melhores do que a vtamina E.

• Figos - contêm benzaldeído que já demonstrou experimentalmente reduzir de uma forma drástica a captação de timidina e adenina que conduz a um nivel baixo de ATP dentro das células cancerígenas, não tendo qualquer efeito nas células normais. Parece deter a progressão do crescimento de tumores.

• Fruta - contem ácido cafeico, que aumenta a produção de enzimas e torna os carcinogénos mais soluveis em água. A fruta também contém ácido ferúlico, que se liga aos nitratos no estômago impedindo a produção de nitrosaminas cancerígenas.

• Toranja - contém o flavonóide naringenina, o que atrasa o crescimento de células de câncer de mama humano.

• Uvas, muitos frutos e algumas nozes contêm um componente fitoalexina chamado resveratrol que tem mostrado atividade quimiopreventiva em relação ao cancro. O resveratrol foi utilizado para agir como um antioxidante, antimutagen e anti-inflamatório. Também tem sido demonstrado que inibe o desenvolvimento de cancro da mama e induz a atividade anti-progressão na leucemia mielóide humana.

• Romãs, uvas, morangos, framboesas e nozes contêm ácido elágico, que bloqueia a produção do corpo de enzimas utilizadas pelas células cancerígenas. Num estudo, o extracto de uvas "Concord" mostrou ser tão eficaz como uma droga de combate ao cancro, o metotrexato, em retardar o crescimento tumoral. O ácido elágico é particularmente eficaz na inibição do cancro de pulmão causado pelo tabaco.

• As uvas vermelhas (especialmente as sementes), mirtilos, amoras, cerejas e uvas-contêm proantocianidinas oligoméricas conhecidas como OPC, que ajudam a proteger o ADN a partir de radicais livres, devido à radiação e de produtos químicos e retardar a mutação de células cancerígenas.

• Tangerinas - contêm tangertin que inibe a adesão célula endotelial, um passo muito importante no processo de metástase do cancro.

Prevenir el cancerCEREAIS ÚTEIS, LEGUMES E OUTROS ALIMENTOS
• Cevada, farelo, levedura de cerveja, arroz integral, frango, vegetais de folhas verdes, legumes, lentilhas, leite, cogumelos, laranjas, ervilhas, vegetais de raiz, salmão, atum, gérmen de trigo, grãos integrais e trigo integral contêm ácido fólico, que aumenta a produção de glóbulos brancos importantes na defesa contra o cancro. O ácido fólico em vegetais folhosos verde escuro, laranja e fígado podem agir em conjunto com a vitamina B12 para evitar lesões a tecido pulmonar e retardar o desenvolvimento de cancro entre os fumadores.

• Ovos - de preferência orgânicos, são um dos melhores alimentos de proteína para pessoas com câncer. Os ovos contêm todos os oito aminoácidos essenciais e são ricos em ácidos graxos essenciais, vitaminas, minerais, glutationa, enxofre e fosfolipídios. São melhor preparados cozidos lentamente ou escalfados. Um ou dois podem ser comidos de uma a três vezes por semana.

• Peixe. Um estudo recente mostrou que os óleos de peixe ricos em ômega-3 impedem angiogénese e reduzem capacidade de invasão tumoral. Embora uma dieta rica em proteína animal não seja recomendável para algumas pessoas, porções moderadas uma a duas vezes por semana, podem contribuir para uma dieta equilibrada.

• Fibra de frutas, legumes, feijões e cereais integrais. Desde 1980, 25 de um total de 32 estudos têm demonstrado que a fibra protege contra o cancro do cólon.

• Azeite virgem extra - não oxida facilmente e é também uma boa fonte de esqualeno, o mais potente inibidor de angiogénese.

• Sardinhas, espinafres e amendoins - contém CoQ10 que protege contra o cancro por meio do fortalecimento do sistema imunológico e ajuda a eliminar os radicais livres.

• Soja, grão de bico e outras leguminosas - contém inibidores da protease que reduzem certas enzimas nas células cancerígenas.

• Produtos de soja. Produtos de soja fermentados, como missô, shoyu, tempeh e natto contêm propriedades prevenção do cancro que excedem a de soja não fermentada, leite de soja e tofu. Produtos de soja fermentados são ricos em isoflavonas, incluindo a genisteína, a qual demonstrou bloquear o crescimento de um número de cancros.


COMIDAS A EVITARPrevenir el cancer
• Evite carne bovina, suína e de cordeiro; carnes processadas e fígado. Num  grande estudo em Harvard, foi demonstrado que o risco relativo de cancro do cólon em mulheres que comiam carne de vaca, porco ou cordeiro como prato principal todos os dias era cerca de duas vezes e meia maior do que as mulheres que comeram esses alimentos menos do que uma vez por mês. Carnes processadas e fígado também foram associados com risco aumentado, enquanto peixe e frango sem pele foram relacionados à diminuição do risco. A conclusão foi de que uma alta ingestão de carne aumenta o risco de cancro de cólon.

• Evite todas as gorduras e óleos processados ??ou quaisquer alimentos que contenham óleos processados??, incluindo produtos hidrogenados ou parcialmente hidrogenados. As gorduras trans e óleos hidrogenados encontradas em óleos vegetais e margarinas  estão relacionados com um aumento do cancro de mama. Evitar o óleo de canola, óleo de cártamo, óleo de milho, óleo de soja, óleo de sésamo, bem como a margarina. Evite todos as bolachas comerciais, biscoitos, salgadinhos, alimentos congelados, charcutaria, maionese, frituras e todos os alimentos rotulados como "parcialmente hidrogenado".

• Evite fritar ou assar carnes, aves ou peixe - especialmente quando se utiliza gorduras poliinsaturadas, como cártamo ou óleo de milho, uma vez que pode produzir substâncias cancerígenas potenciais chamadas aminas heterocíclicas, que têm sido associados a muitas formas de cancro. Se ocasionalmente fritar alimentos, use azeite ou manteiga e não cozinhe a um ponto onde a comida se torne queimada ou enegrecida.

• Evite hidratos de carbono refinados, como açúcar branco e farinha branca. Eles podem causar níveis anormalmente elevados de glicose no sangue, um fator comum no cancro. O excesso de glicose alimenta o processo de fermentação de células cancerígenas e suprime o sistema imunológico. Níveis de glicose elevados são vistos 3-8 vezes mais frequentemente em pessoas com um cancro ativo. Um estudo sobre dieta e o cancro da mama mostraram uma relação entre o excesso de ingestão de amido (massas refinadas e pão) e cancro da mama.

• Pacientes com cancro devem evitar o café. Para aqueles de boa saúde, no entanto, o café orgânico é bom com moderação.

• Pacientes com cancro devem evitar o álcool. O álcool esgota os níveis de glutationa e afeta o fígado. Para indivíduos saudáveis, um copo de vinho tinto orgânico com uma refeição é muito saudável. O vinho é uma fonte rica de dois anti-cancerígenos muito importantes - SOP e resveratrol.

• Não fume. Inúmeros estudos têm demonstrado um aumento significativo do risco de cancros do pulmão, bexiga, esófago, estômago e pâncreas em fumadores quando em comparação com não-fumadores.